Vida em Portugal

A vida é uma questão de Equilíbrio

Viver em portugal, morar perto de Paris, Londres e de Roma, em pensarem que seria mais fácil conhecer esses países, que antes era tão mais impossível.

Mas estar longe de quem nos amamos entes queridos, amigos das nossas reuniões familiares daquele churasquinho, não ver seu novo primo que acabou de nascer,ou estar presente no velório de uma avó ou de um ente querido.

Ser imigrante é uma experiência avassaladora pois o entusiasmo se mistura com o medo, pois não é somente um passeio vou ali e já volto, não e bem assim, pois já não temos mais moveis, casa nem nada lá a nossa espera além dos álbuns de fotos deixados para trás devido ao peso que teríamos que pagar a mais no avião.

“Imigrar”soltar o laço que nos liga a nossa “Pátria”.

Apesar da “saudade” o maior motivo pelo qual muitos desistem dos sonhos, e voltam sua terra natal, ganhamos também muita coisa boa novas amizades, conhecimentos de diferentes povos, aprendemos uma linguagem desconhecida aos nossos ouvidos, nos deslumbramos com as belas praias os apetitosos vinhos, e tudo que este pais tem de bom a nos oferecer.

Ser imigrante é receber um olhar diferente a cada dia e muitas e muitas vezes engolir piadinhas, muitas das vezes ser generalizado, rotulado, pois não somos mais Marias e João… e sim “Brazuca”. Ser imigrante é desejar um ombro amigo para desabafar ou simplesmente jogar conversa fora, mas por muitas das vezes dormir engasgados com injurias e palavras desnecessárias ditadas por patrões. Mas temos um sonho e não podemos desistir dele, conquistar uma vida melhor.

Muitos me perguntam se vale a pena, bom no meu caso não tive escolha, meu motivo para vim e continuar era forte, mas se não fosse assim com certeza Portugal seria só uma doce lembrança de uma férias inesquecíveis.

Para aqueles que desejam vim analisem bem a situação veja os próximos posts que falarei mais sobre situações especificas e boa sorte na tua escolha. Para aqueles que já estão morando sejam bem vindos, e espero poder ajudar contando minha experiência nestes 5 anos morando em Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *